Advertisement
Cécilia Citrino.png
Flavia Alessandra como Cécilia Citrino por Leo Menezes

Cécilia Citrino ou Cecilina Citrino também chamada de Célia Citrino ou de Pirata do Rio Tocantins é uma personagem que aparece em antigos contos ribeirinhos que era muito falado antigamente na região norte e centro-oeste do Brasil, Ela é dita como uma pirata que rouba dos rico e dava para os pobres, usava roupa de piratas como chapéu e tampa olho. Seu tampa olho era capaz de transformar em pedra quem venha querer atacar-lá. Ela também possuem armas de piratas como espada e pistolas. Seus cabelos eram dourados como sol.

Relatos

Cécilia Citrino .jpg
Antigos ribeirinhos contam que uma Pirata chamada Cécilia Citrino sempre surgia de algum lugar do Rio Tocantins, aparecia no Rio Amazonas para ajudar todo as pessoas quem precisava. ela sempre trazia ajudar em formato de dinheiro, alimento, brinquedos e demais coisas que essas comunidades precisavam, seus cabelos eram de ouro puro, sempre andava feliz e contente e protegendo os menos que precisavam. Dizem que quando ela era criança um homem muito mal queimou os seu cabelos até ela ficar careca, mais o sol vendo a tristeza da pobre menina deu a ela cabelos amarelos da mesma cor dos raios do sol.
Cécilia Citrino 7.jpg
Dizem que de tanto darem presente aos outros, alguns resolveram retribir dando para ela uma espada com partes de esmeralda e lamina de prata pura. com isso ela sempre protegia todos, além disso ainda deram para ela um lindo barco pirata de presente. Com esse barco ela poderia viajar por todos os rios e mares pelo Brasil ajudando todos os necessitados. Alguns relatam que ela tinha um tampa olho que não atrapanhava sua visão, mesmo com ele tampando seu olho direito, ela via como se estivesse com os dois. Sempre sorrindo e feliz a mulher transforma em pedra com a ajuda desse tampão homens maus que queria invadir propriedades ribeirinhas e lugares onde ficam essas comunidade, Alguns contavam que ela se tornou pirata após seus pais que também eram ribeirinhos foram assassinados. é por conta disso resolveu proteger todos dessa comunidade, pois ela também era uma deles. Assim como diversos contos esquecido a personagem é pouco lembrada para que consigam montar uma historia sobre ela. Mais assim como outros esquecidos é sobre bom lembrar para que os basileiros vejam a riqueza de personagem que é perdida com o decorrer dos anos


Galeria

Fonte

ALMEIDA, Clarisse Simone de Souza, Contos Ribeirinhos do Meu Brasil Tocantins Samoela 2003

RODRIGUES, Guilherme Cassiano Contos e Lendas de um Brasil Brasileiro 2° ed Pernambuco 1998

SILVA, Angelica dos Santos Martins Lendas do Brasil Terrestre 1° ed Paraiba 2001

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.